A união de forças pelo futuro do Brasil

O Brasil encara um dos seus piores momentos. A confluência das crises política, econômica e de saúde aponta para um futuro incerto. Porém, ainda há nesta combalida nação aqueles que não deixam de acreditar que há saída.

E que só há saída com diálogo e exercício da política, diuturnamente. Para tanto, Ciro Gomes reuniu em seu canal do Youtube para um debate intitulado “Democracia e Pandemia” grandes nomes do PDT e do PCdoB: o governador do Maranhão Flávio Dino, a deputada estadual do Rio de Janeiro Martha Rocha e o ex-ministro e ex-deputado federal Brizola Neto.

Em resumo, Ciro destacou que a reunião foi para reforçar aquilo que ele acredita como essência da luta política: ideia, exemplo e militância.

“Nosso propósito nesse diálogo foi mostrar algumas coisas práticas: tem muita gente conectada na vida real do nosso povo e tem muita gente com ideias pensando em como resolver essas equações todas. E nós somos capazes de fazer com que cada ideia venha acompanhada de exemplo. E por fim, mostrar a importância da militância”, afirmou ele, que fez o papel de mediador no debate.

Como sempre vem fazendo em seus quase que diários pronunciamentos, Ciro pôs em destaque a necessidade de se criar uma voz uníssona no país nessa hora crítica em torno da defesa das vidas ainda em risco pela pandemia do novo coronavírus, do resgate de empregos e empresas e da emergência da proteção da democracia.

Durante a 1h30 de transmissão, as falas de Dino, Martha e Neto fizeram, em diversos momentos, eco das ideias que Ciro Gomes vem apresentando há anos. “Precisamos iluminar o debate, o que dá certo ou não, não para remoer o passado, mara para olhar para o futuro. O povo precisa de esperança”, resumiu Flávio Dino.

O governador do Maranhão e a deputada estadual citaram como a pandemia escancarou a dependência do Brasil de insumos médicos vindos do exterior e, consequentemente, a necessidade de criação de um forte complexo industrial da saúde que gere empregos e renda dentro do país, não levando bilhões de dólares para fora como ocorre desde o início da pandemia. “A criação de um complexo industrial de saúde pode ser, inclusive uma saída para o Rio de Janeiro”, reforçou Martha Rocha. 

Brizola Neto, que foi ministro do Trabalho e Emprego, pontuou também sobre a questão econômica, seguindo a linha apontada por Ciro Gomes em sua luta política e, especialmente, em seu novo livro Projeto Nacional: o dever da esperança: “Se o estado não apresentar um projeto nacional para desenvolver as nossas forças produtivas, dificilmente a gente vai conseguir tirar o nosso povo dessa situação”. 

A cada dia que se passa, a cada debate saltam aos olhos que a saída do Brasil só se dará com uma união das forças progressistas em torno da construção de uma nova ideia de nação. E essa ideia passa, como a conversa entre os quadros do PDT e do PCdoB mais uma vez mostrou, por um Estado que tenha um Projeto Nacional de Desenvolvimento, a ideia cujo tempo chegou.

Confira o debate completo:

One Comments

  • pedro 03 / 07 / 2020

    Boa tarde!
    Tenho acompanhado o trabalho de Ciro e esse grupo, estou com expectativas positivas para o futuro.
    Somente assisti essa live hoje (03/07/2020), nela vi uma visão crítica coerente com os assuntos atuais que nos aflige. Gostei do termo “intoxicação ideológica”. Porém senti falta de mais conteúdo sobre as soluções. Sei que Ciro e esse grupo tem muito para apresentar, e aguardo apresentações de forma serena e cativante. Lembro ao Ciro que Roda Viva 16/03/2020 foi mais um treino, e o grupo de jornalistas conseguiu provocá-lo, na minha opinião faltou um pouco de mais habilidade para administração emocional e termos “menos complicados” para a população poder acompanhar, assim poder encerrar de forma mais positiva e cativante para garantir mais votos.
    Percebi satisfatoriamente, um movimento de reorganização da oposição
    Abs e sucesso

Comentários estão fechados.