Candidatos que menos debateram têm eleitores mais convictos

A pesquisa Datafolha tornada pública em 20/09/2018 traz alguns dados interessantes a serem analisados. Um deles é o número de eleitores convictos de Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

O petista não participou de nenhum debate entre candidatos até agora e foi oficializado como presidenciável há pouco mais de uma semana, após a impugnação da candidatura do ex-presidente Lula.

Já o capitão da reserva está impossibilitado de participar ativamente da campanha durante boa parte do primeiro turno devido ao atentado que sofreu há duas semanas.

Enquanto Jair tem 75% de seus eleitores propensos a não mudarem de opinião, Fernando tem 72% de eleitores na mesma situação.

Isso pode ser, pelo menos, problemático, dado que tais eleitores estão afirmando independer do que ocorrerá nos próximos dias e debates para decidir. Com isso, esses candidatos parecem escolhidos mais pela imagem que carregam do que pelo conjunto de ideias que apresentam.

Convictos, indecisos e segundas opções

Por outro lado, Marina, Ciro Gomes e Alckmin compartilham a maioria dos eleitores indecisos.

Uma pergunta inédita questionava os eleitores e eleitoras quanto a suas segundas opções, dado que expõe ainda mais chances para Ciro: 40% dos eleitores e eleitoras afirmam que podem mudar de voto, sendo Ciro a segunda opção de 15% desses eleitores e eleitoras. Atrás dele, empatada tecnicamente, vem Marina Silva com 13%.

Ou seja, Ciro é a segunda opção de pelo menos 6% que podem mudar de voto até o fim do primeiro turno.

Já Jair Bolsonaro cresce conforme aumenta a possibilidade de o PT ser eleito, bem como fica exposta a disposição de uma parcela do eleitorado votar no candidato capaz de impedir um segundo turno entre o ex-ministro da educação e o deputado.

A cada dia que passa, o candidato petista depende menos do capital político que o ex-presidente Lula tem e mais de si próprio para se apresentar como candidatura viável e competitiva. Isso vai colocando um teto em suas intenções de voto, conforme a “transferência de votos” de Lula conclui seu curso.

Ironicamente, Jair depende menos de si em comparação a Fernando. Bolsonaro cresce à medida que cresce o ex-prefeito de São Paulo.

Solidez e convicção

Ciro apresenta uma candidatura sólida, que segura intenções de votos estáveis, com uma das mais baixas rejeições e com o maior potencial de crescimento. Seu eleitorado pode não estar decidido em definitivo ainda, mas é dele a candidatura mais estável.

Definitivamente essas eleições não estão decididas, contrário ao que querem insinuar certos setores e forças do tabuleiro político nacional!

Temos alguns debates pela frente e muita água para rolar até o dia 07/10 e a candidatura de Ciro Gomes continua completamente viável.

Hoje, acontece o debate na TV Aparecida, que terá transmissão no TV Cultura, na TV Aparecida e na internet. Acompanhe aonde assistir em nossas redes! Participe comentando e compartilhando em suas redes sociais!

 

One Comments

Deixe uma resposta

20 + onze =