O dever da esperança: Ciro Gomes e a construção de um novo Brasil

Uma das belas imagens registradas pelo fotógrafo suíço René Burri da construção de Brasília (em 1960) ilustra a capa do novo livro de Ciro Gomes, Projeto Nacional: o dever da esperança. Publicado pela editora Leya e em pré-venda no site da Amazon desde ontem (dia 18/05), o livro de Ciro já está em primeiro no termômetro de vendas do site.

 

 

A obra que será oficialmente lançada neste mês de junho, é projeto ambicioso de Ciro, que une décadas de reflexão e dedicação à vida política brasileira aos intensos últimos anos de militância e campanha por um novo projeto de Brasil, apresentado em forma de plataforma política nas eleições de 2018. “Feito um caixeiro-viajante”, segundo a resenha do livro no site de vendas, o mascate de ideias, Ciro Gomes, coloca em perspectiva toda essa experiência para propor seu Projeto Nacional.

Para tanto, Ciro percorre quase um século de vida republicana no Brasil, chegando à análise crítica da situação atual e de como ela foi trilhada: com quase 30 anos de política-econômica neo-liberal, extremismo e polarização e falta de projeto para o país. Ciro reflete assim sobre questões como o papel do Estado, educação, impostos, meio-ambiente entre outros, não como mero exercício de pensamento, mas com a proposição muito clara do projeto (objetivos, prazos e meios) de Brasil: a serviço de seu povo e trabalhando com ele nesta nova empreitada. Como sintetizado pela resenha: “São ideias expostas para serem debatidas – a cortina aberta para a divergência civilizada que busca não destruir o inimigo, mas (re)construir uma nação por meio do consenso.”

A construção de Brasília é, assim, a metáfora ideal da construção de um novo Brasil:

BRAZIL. Brasilia.1960. René Burri

Brasilia, Brasil,1960 por René Burri

One Comments

  • N 24 / 05 / 2020 Reply

    Minha admiração do Autor Ciro Gomes e ao seu discurso sempre coerente entre a crítica construtiva e a sua solução.

Deixe uma resposta

15 − seis =