Ciro Gomes discursa para sindicatos às vésperas do 1° de Maio, Dia do Trabalhador

Neste sexta, 27 de abril, às vésperas da comemoração do 1° de Maio, Dia do Trabalhador, Ciro Gomes discursou em importantes sindicatos em São Paulo. Pela manhã, Ciro se apresentou em um seminário organizado pela UGT, a União Geral dos Trabalhadores.

Pela tarde, o pré-candidato à presidência pelo PDT esteve no Palácio do Trabalhador, sede do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Paulo e da Força Sindical, acompanhado pelo presidente nacional de seu partido, Carlos Lupi.

Ciro apresentou seu diagnóstico sobre a crise brasileira, descrevendo a desindustrialização e o baixo crescimento econômico que o neoliberalismo vem causando há 3 décadas no Brasil. Em seguida, Ciro Gomes apontou alternativas e propostas para sair dessa situação, sistematizando para os presentes o seu Projeto Nacional de Desenvolvimento.

O pré-candidato trabalhista falou bastante sobre os ataques que os trabalhadores vem sofrendo e explicou que o desenvolvimento econômico gera o aumento da renda nacional e a distribuição dos ganhos de produtividade para os trabalhadores.

Ao contrário do que dizem os ideólogos neoliberais, Ciro Gomes mostrou que a competitividade econômica não vem da diminuição dos salários, e sim da industrialização e do aumento da produtividade como vem fazendo a Alemanha na Europa e a China, na Ásia. O auditório estava lotado de trabalhadores que o aplaudiram com entusiasmo.
 

Deixe uma resposta

16 + 17 =