Ciro alerta sobre as manifestações: é preciso ter cautela

Em bate-papo com Tico Santa, Ciro Gomes foi perguntado sobre as manifestações pró-democracia que têm acontecido e que estão sendo planejadas para os próximos dias. Resguardando toda sua admiração pela coragem e espírito democrático destes manifestantes, Ciro fez importantes ponderações.

Para ele, não é o momento de ir para rua. Em primeiro lugar por que estamos atravessando o pico da pandemia do novo coronavírus no Brasil, que tem matado mais de 1000 brasileiros por dia e é preciso proteger a vida. Entre as razões políticas, Ciro alertou que Bolsonaro parece estar incitando o milicianismo para se infiltrar nas manifestações e causar violência para que se ele se apresente como elemento da “ordem”. Tentando assim, alavancar sua popularidade que tem declinado sensivelmente.

Nas palavras de Ciro: “Mil elogios à coragem e à disposição dos que querem ir às ruas defender a democracia. Mas, como pai,avô, tenho que dizer que, por causa da pandemia, não está na hora de ir para as ruas, porque o nosso campo democrático e humanista tem compromisso com a vida. Mas se decidir ir, vá com cuidado, se proteja da pandemia e dos infiltrados que Bolsonaro está armando para colocar nas manifestações para gerar baderna e confusão. Bolsonaro é um genocida e está incitando a milícia dele. (…) O Bolsonaro está montando uma estrutura de inteligência particular, ele tem uma milícia que nós já enfrentamos aqui no Ceará e ela é perigosa e violenta.”

Para Ciro, as manifestações democráticas são importantes, mas é necessário ter cautela neste momento de agravamento da pandemia e do recrudescimento da violência por parte das forças milicianas de Bolsonaro.