Passo 2: Aumentar e modernizar a infraestrutura

O segundo passo para mudar o Brasil é Recuperar e Modernizar a infraestrutura. No item 2 dos 12 passos, ressalta-se que a infraestrutura do país é antiga, insuficiente e sem programa de manutenção. O déficit habitacional e a falta de saneamento juntamente com a malha rodoviária desgastada e insufiência de estrutura ferroviária, portuária, aeroportuária e energética dificulta a vida da população e compromete o escoamento da produção agropecuária e é um entrave a própria recuperação da industrialização no Brasil.

Este segundo passo propõe uma meta de investimento em estrutura de 300 bilhões por ano, tanto de investimento público quanto em estímulo ao setor privado. O primeiro grande efeito seria sobre o Passo 1, a Geração de Empregos, pois estima-se que geraria 350 mil novos empregos apenas ao se considerar as obras que já foram iniciadas e estão hoje paralisadas.
Como evidenciamos na página sobre Infraestrutura e Energia, no PND, a infraestrutura está fortemente atrelada a possibilidade de um projeto nacional de desenvolvimento que privilegie a produção e o trabalho, pois proporciona uma condição de produção e eficiência compatível com o país que almejamos.

O segundo passo se baseia na experiência de Ciro Gomes como ministro da Integração Nacional, responsável pelo bem-sucedido projeto de Transposição do Rio São Francisco e antes, como governador do estado do Ceará, com a construção do Canal do Trabalhador, com quase 120km construído em 90 dias e que salvou a capital de um colapso no abastecimento de água. E também se fundamenta na visão que Ciro tem sobre os problemas de competitividade sistêmica do Brasil que, com sua infraestrutura atual, não tem condições adequadas de desenvolvimento produtivo.

 

Deixe uma resposta

cinco × 2 =