SPCiro: entenda a proposta de Ciro para limpar o nome dos brasileiros

Causou alvoroço quando, em julho, Ciro Gomes anunciou “Eu vou tirar o nome dos brasileiros do SPC!”. Ciro referia-se a uma proposta, elaborada por ele e sua equipe econômica, para restabelecer o crédito das famílias e sua capacidade de consumo através de um mega sistema de refinanciamento coordenado pelo governo federal. Para não correr o risco de ser copiado, o que acabou acontecendo, Ciro foi explicando sua proposta aos poucos, nos debates e entrevistas de tv. Alvo de desconfianças, críticas e memes (como o da imagem), a proposta foi apelidada nas redes sociais de SPCiro e foi lançada em detalhes com o título de Nome Limpo a partir de uma cartilha apresentada por Ciro em sua entrevista no Jornal Nacional no dia 27 de agosto.

Pai Ciro SPCiro SPC

A cartilha com o programa Nome Limpo (VEJA AQUI) expõe, de forma muito clara, a simplicidade e, ao mesmo tempo, o potencial transformador da proposta que devolve não apenas a capacidade de compra, mas a dignidade de milhões de famílias. A crise econômica e política dos últimos 3 anos pegou de surpresa milhões de trabalhadores que perderam seus empregos e viram suas pequenas dívidas se multiplicarem com os juros exorbitantes do cartelezido sistema bancário brasileiro que concentra 85% das operações financeiras em apenas 5 bancos.

O Nome Limpo de Ciro Gomes pode ser sintetizando nos seguintes pontos:

1) Elegibilidade: é elegível para o programa quem estava com o nome nos sistemas do SPC e Serasa até 20 de julho de 2018.

2) Refinanciamento: Ciro irá utilizar a força do governo federal, negociando essas dívidas de forma conjunta, ou seja, em LARGA ESCALA, para derrubar o valor em pelo menos 70%.

3) Resultado: A dívida média, que hoje está em R$4,200, cai para cerca de R$1,400 que poderão ser financiados em até 36 meses, resultando em parcelas de R$40.

4) Nome limpo: A partir da assinatura do refinanciamento, o nome será retirado dos serviços de proteção ao crédito.

5) Garantias: O programa vai organizar o sistema de Aval Solidário, em que os membros (5 a 10 pessoas) se responsabilizam pelo pagamento da dívida. Esse sistema já funciona no Brasil e tem uma taxa de inadimplência muito baixa, de 1,4%.

link para o site do ciro: CARTILHA DO PROGRAMA SPC

 
Assista o vídeo de Ciro Gomes sobre o Nome Limpo:

 

 

Deixe uma resposta

dois × 5 =