Nota de Esclarecimento

Diante da nota publicada pelo Presidente da Juventude Socialista do PDT em São Paulo, Gabriel Cassiano, informando que a JS conheceu Zack Exley em um evento da TodosComCiro, a Plataforma vem, através desta nota, esclarecer quaisquer dúvidas que possam pairar sobre nossa história e nossa trajetória.

É importante ressaltar antes de qualquer coisa que temos a compreensão de que a nossa realidade é a do Brasil e as principais lutas que travamos são contra o imperialismo que impede nosso desenvolvimento, contra a antipolítica que reduz o papel das instituições democráticas e contra o sistema financeiro que corrompe as nossas estruturas produtivas. Esses são os valores que construíram a nossa identidade e que seguem guiando as nossas atividades.

Um fato conhecido por todos que acompanham a Plataforma é que, para tentar criar alternativas de mobilização e engajamento nesse sentido, foram muitos os exemplos consultados pelos primeiros mobilizadores que iniciaram as atividades da plataforma e, ao redor do mundo, o que ocorreu durante a campanha de Bernie Sanders entre 2015 e 2016 em termos de engajamento político teve inicialmente um papel exemplificador para o que poderíamos tentar realizar no Brasil.

Refletir sobre os exemplos de outros países não nos afasta da compreensão de que nossa realidade é a brasileira e, sabidamente, inúmeras vezes tal realidade é conflitante com a de diversos grupos e países.

No entanto, é preciso separar especulações de suposições e da verdade. Alguns dos integrantes da plataforma TodosComCiro contaram com a presença de Zack Exley no Brasil para falar das ideias presentes no livro “Rules for Revolutionaires”, do qual Exley é co-autor.

O livro havia sido recentemente lançado e os autores afirmavam ter baseado a obra em seus trabalhos durante a campanha de Sanders, que contou com forte participação de voluntários. O contato feito por integrantes da Plataforma com Exley diz respeito tão somente a isso e não esteve vinculado às instituições internacionais que ele possa representar ou ter representado. Estávamos buscando sim aprender mais sobre tecnologia, mas em hipótese alguma, abrir mão da nossa ideologia.

Não é demais ressaltar, portanto, que a Plataforma #TodosComCiro não contou nem conta com aportes financeiros de Exley e das instituições representadas por ele e tampouco compartilhava informações internas suas com tais pessoas ou instituições. É preciso dizer também que, no conhecimento que temos, assim como nós, a Juventude Socialista do PDT de São Paulo, apesar de também ter conhecido Exley na figura de alguns de seus membros, não manteve com ele relação alguma de partilha.

Por isso, em ambos os casos, é infundado e descabido supor que contatos pontuais da plataforma #TodosComCiro possam indicar dependência ou submissão a interesses ideológicos e financeiros de instituições estrangeiras.

Suposições assim têm sido veiculadas como conselhos e como direcionamentos a #TodosComCiro para que apenas tomemos cuidado.

Como não se embasam em fato algum, nós as compreendemos como especulações bem intecionadas, sem a intenção de desqualificar as atividades que fizemos ou fazemos.

A quem compartilha os valores que compartilhamos e a quem tenta agir com a mesma retidão com que buscamos agir, é permitido e bem-vindo buscar apurar informações, relações e intenções sobre as pessoas que se envolvem no fazer político. Compreendemos isso. Mas sempre será preciso separar o que é especulação e o que é fato verdadeiro, sem menosprezar a coerência e a autonomia dos indivíduos e grupos. Contatos pontuais com pensamentos distintos não nos fizeram e não nos farão deixar de agir pela questão nacional e pela defesa de um Brasil mais justo, desenvolvido e soberano.

Deixe uma resposta

doze − dez =