Ciro Gomes “declarou guerra aos católicos e chamou Jesus de ‘anjo vingador'”?

Entenda o contexto que originou a mentira:

O trecho que deu origem a essa mentira foi tirado de uma palestra do Ciro Gomes ao Brazil Forum UK, em Oxford, no dia 14 de maio de 2017. O autor mal intencionado pegou um corte da resposta do Ciro e o retirou de contexto para dar a impressão de que a fala seria uma crítica ao catolicismo ou à formação religiosa da população.

No que ocorreu de verdade, podemos ver que Ciro explica que, em países de formação luterana o poder econômico tende a ser aceito com mais naturalidade pela sociedade. Por este motivo, nos EUA, ao invés de tentar proibir a participação do poder econômico no processo político, eles optaram por regulamentar essa prática e dar transparência, por exemplo, informando o público como cada candidato é financiado.

Ciro segue explicando e afirma que já as sociedades de matriz católica tendem a repudiar a aproximação da política e do poder econômico. Por exemplo, o Poder Judiciário incorporou essa ideia ao tentar excluir o financiamento empresarial e determinar que apenas pessoas físicas poderiam participar do financiamento eleitoral. A consequência prática disso foi o aumento do Caixa 2 (recursos obtidos fora dos registros) e o favorecimento de candidatos ricos com a possibilidade do “autofinanciamento”. Ou seja, Ciro estava demonstrando sua ideia de que a tentativa de negar a participação do poder econômico na política apenas tornou o processo eleitoral mais injusto e obscuro.

Mas de onde então tiraram a notícia falsa?

A referência feita por Ciro ao “anjo vingador” não possui nenhuma conotação de crítica religiosa. Ele disse isso apenas como uma metáfora para mostrar que não existe sistema eleitoral que anule a influência do poder econômico na política e que substitua a necessidade de politização e conscientização das pessoas.

Por que espalhariam essa mentira?

Com o alcance que as ideias de Ciro Gomes têm ganhado, pode haver grupos espalhando notícias falsas como essas que queiram afastá-lo das populações que têm hábito religioso, enquanto tentam forçar a barra para aproximar outras lideranças políticas desses grupos.

“Suave é ao homem o pão da mentira, mas depois a sua boca se encherá de cascalho.” Provérbios 20:17
 

One Comments

  • ZILDA APARECIDA DE MELO 20 / 09 / 2018 Reply

    Tentei explicar pra minha mãe e não consegui, gosto muito do Ciro mas acho que as vezes pessoas mais simples tem dificuldade em entender.

Deixe uma resposta

16 − dez =