É verdade que Ciro Gomes “classificou como um erro os atos contra Bolsonaro”?

Não! Ciro apenas sinalizou ser importante que o debate político não fique apenas focado em Bolsonaro e no medo disseminado por ele. Ciro não comentou diretamente sobre os atos, e sinalizou apenas que as discussões políticas devem ser propositivas, construtivas, se não quisermos inflar a repercussão de Bolsonaro nestas eleições.

Entenda o contexto que gerou a notícia falsa:

No fim de semana após ocorrerem atos contra a candidatura de Bolsonaro em diversas cidades do país, surgem notícias falsas de que Ciro Gomes teria condenado o propósito das manifestações.

No dia seguinte aos atos, Ciro concedeu uma breve entrevista coletiva à imprensa e comentou os atos de sábado. Ao falar com a imprensa no domingo de manhã, Ciro mencionou que os atos marcavam uma perspectiva de derrota para Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais e reiterou a ideia de que as mulheres brasileiras estão afastando o perigo do autoritarismo no Brasil.

Sua esposa, inclusive, compareceu ao ato em São Paulo, assim como a senadora Kátia Abreu. Além disso, Ciro fez pessoalmente um vídeo de convocação para o ato (veja ao final).

Já no fim da tarde de terça-feira, a CBN divulgou a notícia “Ciro Gomes classifica manifestações contra Bolsonaro como um ‘erro'”. A notícia traz apenas a manchete, uma breve descrição e um áudio contendo a fala de Ciro Gomes.

No áudio, no entanto, a afirmação noticiada pela CBN não existe!

O que a CBN noticiou X O que Ciro Gomes disse

Segundo o repórter da CBN, Ciro  classificou “os atos como um erro e dizendo que acabaram aí, né, colocando o adversário ainda mais no cenário nacional“.

Ou seja, a rádio tenta anunciar que as próprias manifestações teriam sido um erro. Mas, o que ouvimos no áudio é Ciro Gomes chamar de “erro” o foco que Bolsonaro tem recebido nas discussões sobre o processo eleitoral. Veja a transcrição da fala de Ciro:

“O Bolsonaro, ele virou uma menção de tudo que está acontecendo e é um erro. Por exemplo, quando as pessoas vão em massa às ruas, ao invés de afirmar um sim para um projeto, para uma alternativa, todo mundo foi falar ‘ele não’, ou seja, todo mundo estava dizendo que o Bolsonaro virou uma referência para o debate nacional. Eu estou tentando mostrar que esse é um grosseiro equívoco que está convidando o país para bailar na beira do abismo. Porque essa confrontação odienta anti-PT e Bolsonaro, isso vai precipitar o Brasil num precipício muito grave.”

Segundo a fala de Ciro, é essa a compreensão que temos:

um erro -> “Bolsonaro virar uma menção de tudo que está acontecendo”

um grosseiro equívoco -> “Bolsonaro virar uma referência para o debate nacional”

Desconfie de notícias como essa às vésperas das eleições

Essa retomada feita por Ciro é totalmente diferente de chamar de “erro” as próprias manifestações.

A intenção em espalhar essa notícia falsa provavelmente está em afastar seu eleitorado e afastar de Ciro o eleitorado que cogita votar nele, como é o caso de boa parte das pessoas que compareceram às manifestações contra Bolsonaro.

A notícia falsa apresentada pela CBN faria a população que compareceu aos atos considerar-se criticada por Ciro.

Não foi isso o que aconteceu, pois Ciro separou em sua fala as ações de justa demanda da população que se organiza e tentou apenas sinalizar que, no período eleitoral, é importante focarmos as discussões numa abordagem propositiva, construtiva, sem alimentar o medo, pois ao fazer isso acabamos favorecendo candidatos sem projeto e deixando em segundo plano os candidatos que movem a esperança e que discutem proposta.

Veja o vídeo que Ciro Gomes fez convocando as mulheres e todas as pessoas para os atos contra Bolsonaro:

 
 

One Comments

  • Inácio Antonio Silva de Mariz 03 / 10 / 2018 Reply

    Sugestão: ao invés de colocar o título em forma de indagação, pq não coloca logo que ele não disse? Qnd vamos na busca não percebemos que é uma pergunta. Podem se utilizar disso.

Deixe uma resposta

13 − 9 =