Especial de primeiro de abril: Ciro não votou em 2018. É verdade?

Apesar de boa parte da máquina de fake news ter trabalhado fortemente para divulgar que Ciro Gomes colaborou com a eleição de Bolsonaro quando decidiu ir para Paris após o segundo turno das eleições de 2020, nós sabemos que isso não é verdade. Em novembro de 2018, foi publicado no Cafezinho uma matéria que detalha a transferência de votos do primeiro para o segundo turno. Os dados mostram que os eleitores de Ciro definitivamente não apoiaram Bolsonaro. O estudo mostra que esse eleitorado foi o que menos migrou para a candidatura de Bolsonaro, incluindo todos os espectros analisados.

No entanto, parece que a mentira foi tão bem construída que até o ex-presidente Lula caiu nela. Em entrevista para Reinaldo Azevedo a noite do dia 01 de abril de 2021 – o dia da mentira -, ao ser questionado sobre o recente manifesto lançado por diversos presenciáveis, Lula afirmou que todos haviam votado em Bolsonaro. Mas quando Reinaldo Azevedo falou que o Ciro não havia apoiado, Lula respondeu que o Ciro não porque o Ciro havia ido para Paris. Dando a entender que Ciro Gomes não compareceu nas urnas em 28/10/2018.

Pois é mentira.

Ciro Gomes e a mulher, Giselle Bezerra, votam em Fortaleza neste domingo (28)

Conforme divulgado amplamente na imprensa, Ciro compareceu nas urnas no segundo turno, como mostra a figura abaixo. A matéria abaixo, divulgada pela TV Brasil em 28/10/2018, mostra Ciro gravando um vídeo se pronunciado sobre o processo eleitoral, que seria realizado no dia seguinte.